AMBICANA - Centro de Cana de Ribeirão Preto - IAC APTA

O projeto AMBICANA (qualificação dos ambientes de produção de cana-de-açúcar) visa treinar os técnicos das usinas em classificação de solos numa área-pilôto escolhida pela empresa. Nessa área consideram-se as variações da produtividade de cana-de-açúcar, da coloração e do teor de argila dos solos. Uma vez treinados esses técnicos continuam esse trabalho na área complementar aumentado densidade de observações/área conforme a necessidade.

O projeto Ambicana estimula na sua rotina de trabalho, sob supervisão, que os técnicos das empresas treinem intensamente a estimativa do teor de argila baseado na pegajosidade do solo molhado. Esse procedimento tem duas importantes consequências práticas:

  • sabe-se diretamente no campo o teor de argila, que é indispensável para classificar o solo.
  • parte das amostras são analisadas granulometricamente por classe de solo para constar no relatório pedológico, mas na maioria das amostras são feitas estimativas da argila no campo;
  • economia na análise granulométrica de laboratório.

Numa usina de aproximadamente 60000 ha são feitas 3000 observações de solos e coletadas 9000 amostras (proporção de 1 amostra a cada 20 ha e com coleta de amostras em 3 profundidades). Se todas amostras fossem enviadas para análise granulométrica o custo seria de R$ 60000,00. Supondo-se que o teor de argila fosse conhecido em 30% das amostras de solo, e feita estimava em 70% das amostras, a economia seria de R$ 42000,00.

A figura 1 mostra claramente que existe boa correlação entre o teor de argila estimado pela sensação ao tato da amostra de solo molhada e a análise granulométrica pelo método da pipeta. Essa correlação foi testada em várias empresas que contrataram o projeto AMBICANA, entre elas a usina Vale do Rosário de Morro Agudo (SP).

Figura 1.Correlação entre o teor de argila obtido pela análise de laboratório e a argila estimada no campo pelos técnicos da usina Vale do Rosário. (Fonte: Usina Vale do Rosário).

Figura 1. Correlação entre o teor de argila obtido pela análise de laboratório e a argila estimada no campo pelos técnicos da usina Vale do Rosário. (Fonte: Usina Vale do Rosário).

Novidades Ambicana

"Avaliação das capacitações e dos "spinoffs" gerados por programas de P&D: o Programa Cana do IAC, DPCT - IG - UNICAMP"

Na sua tese de doutorado ("Avaliação das capacitações e dos spinoffs gerados por programas de P&D: o Programa Cana do IAC", DPCT - IG - UNICAMP), Mirian Hasegawa quantificou os impactos econômicos gerados nas usinas graças ao serviço AMBICANA. Os conhecimentos transferidos para a usina durante a sua participação no AMBICANA e aplicados nas decisões de produção da mesma geram importantes resultados econômicos (redução de custos e aumento de produtividade) para a empresa. Durante o treinamento, o pedólogo ensina aos técnicos da usina a reconhecerem solos, a relacionarem o comportamento das variedades de cana com cada tipo de solo e a adotarem o melhor manejo para cada diferente combinação. Tais ensinamentos levam a manejos mais racionais e eficientes, o que causa aumentos de produtividade (t/ha) e reduções de custos com insumos.

Estes resultados econômicos poderão ser maiores ou menores dependendo do grau de aproveitamento, por parte da empresa, dos conhecimentos fornecidos pelo AMBICANA. Ou seja, a magnitude do impacto econômico gerado pelo AMBICANA depende do esforço da empresa de:

  1. Absorver os conhecimentos transferidos durante o treinamento ministrado pelo pedólogo;
  2. Difundir ou socializar dentro da empresa os conhecimentos aprendidos;
  3. Incorporar os novos conhecimentos às suas rotinas de produção e de tomada de decisões.

O principal impacto econômico gerado pelo AMBICANA nas usinas, quantificado neste trabalho, é o aumento da produtividade da cana-de-açúcar e a redução dos custos de produção devidos à alocação correta e ao manejo mais racional das variedades no seu ambiente de produção.

Estes fatores representam incrementos importantes nos lucros da empresa.

Impacto do AMBICANA sobre a produtividade e o custo de quinze usinas em cinco safras (na área mapeada até outubro de 2004): R$ 259.048.730,00 (Hasegawa, 2005).

Hasegawa, Mirian "Avaliação das capacitações e dos spinoffs gerados por programas de P&D: o Programa Cana do IAC", Tese de doutorado, DPCT - IG - UNICAMP, 2005. Uma das concluções refere-se ao lucro do AMBICANA nas empresas sucroalcooleiras, conforme ilustrado na figura 2.


Warning: include(Includes/FusionCharts.php) [function.include]: failed to open stream: No such file or directory in /home/pedologiafa/public_html/ambicana.php on line 72

Warning: include(Includes/FusionCharts.php) [function.include]: failed to open stream: No such file or directory in /home/pedologiafa/public_html/ambicana.php on line 72

Warning: include() [function.include]: Failed opening 'Includes/FusionCharts.php' for inclusion (include_path='.:/usr/share/pear') in /home/pedologiafa/public_html/ambicana.php on line 72

Fatal error: Call to undefined function renderChartHTML() in /home/pedologiafa/public_html/ambicana.php on line 81